RELAÇÕES INTERNACIONAIS
CONTAG participa de articulação internacional na França sobre reforma agrária e luta por terra e recursos naturais
14 de abril de 2023 ás 17:49:46


Credito : N/A

Organizações de distintas partes do mundo se encontraram nesta semana em Paris, na França, entre os dias 12 e 14 de abril, para dialogarem sobre estratégias para avançar no debate e na negociação de políticas públicas que garantam o direito ao acesso à terra e aos recursos naturais por comunidades rurais, florestais, pastoris e pesqueiras em todas as partes do mundo. 

A reunião aconteceu sob coordenação do Fórum de Lutas pela Terra e Recursos Naturais (FLT), e de seu Comitê de Coordenação, o Copil. O FLT trata-se de uma articulação global que tem como foco promover a reforma agrária e temas relacionados a ela em todas as regiões, a partir das organizações filiadas ao Fórum e localizadas nos diferentes continentes. 

A CONTAG é uma dessas organizações, e participou deste debate sendo representada por seu vice-presidente e secretário de Relações Internacionais, Alberto Broch, pela secretária de Mulheres e coordenadora da Marcha das Margaridas, Mazé Morais, e pelo secretário de Política Agrária, Alair Luiz dos Santos. A partir desses representantes, a Confederação levou suas contribuições e propostas sobre o tema central, e também aproveitou a oportunidade para falar sobre a Marcha das Margaridas 2023 e convidar as organizações internacionais a participarem desta grande mobilização.

Mazé foi a porta-voz da Marcha no evento, e comentou: “O interesse de outros países com a Marcha foi ótimo. Vimos que as organizações querem saber mais e demonstram querer estar conosco nesta mobilização. Ficaremos muito felizes de receber as companheiras e companheiros de outros países que queiram somar com a gente.”

Mazé também falou da importância de atividades como a desta semana. “Diálogos como esse, com organizações internacionais, nos mostram que há mais aspectos convergentes do que divergentes entre os países quando falamos de reforma agrária e de distribuição de recursos naturais, e isso nos incentiva a nos unirmos para buscar soluções”, afirma a dirigente.

Preparação de um encontro global sobre reforma agrária

Uma das estratégias para impulsionar o tema junto às organizações dos países e continentes, e envolver os governos e a sociedade civil em busca de soluções para os desafios atuais, é a realização de um encontro mundial que pretende engajar todos esses setores sobre a importância da distribuição igualitária da terra e a necessidade de políticas públicas que a tornem mais acessível para as pessoas. Foi definido que este encontro acontecerá em 2025, no Senegal, na África.

Nestes três dias de atividades em Paris, o grupo de dirigentes discutiu encaminhamentos para a realização deste encontro mundial. Por exemplo, como será sua estrutura, quais os temas que serão abordados nos seminários e debates da programação, como será a comunicação e a articulação com a imprensa, entre outros pontos importantes para consolidar o evento e alcançar os objetivos desejados. 

“Será uma longa caminhada para a preparação deste grande encontro”, avalia Alberto Broch. “O Fórum de Lutas pela Terra pretende envolver todas as organizações representativas a favor da reforma agrária, e tem alguns desafios pela frente, como a captação de recursos financeiros para a realização de um evento de porte global. A CONTAG seguirá trabalhando na construção desse projeto, junto às demais organizações companheiras envolvidas no processo”, completou o dirigente.

A participação da CONTAG em articulações como essa é importante para fortalecer a luta sobre reforma agrária nacionalmente, e também globalmente, como avalia Alair dos Santos: “O tema do acesso à terra e da reforma agrária é fundamental tanto para o Brasil quanto para o resto do mundo, e isso pede que façamos ações coletivas entre os países. Ações que ajudem a fortalecer a todas as organizações envolvidas nesta grande luta, pois juntas temos ainda mais. Se fizermos apenas ações individuais enquanto CONTAG, ficamos isolados”, afirmou o secretário de Política Agrária. 

Histórico do FLT

Não será a primeira vez que um evento de nível global sobre reforma agrária será realizado. Outros já aconteceram nos anos de 2014 e 2016, organizados pelo Fórum Mundial da Terra (FMAT), que há poucos anos se transformou no FLT como está estabelecido hoje. 

Esta é a segunda vez que o Copil se reúne presencialmente. O primeiro aconteceu em 2019 e, com a pandemia, os trabalhos continuaram por meio virtual, sempre com a participação da CONTAG neles, por meio de sua Secretaria de Política Agrícola.

Fonte: Gabriella Ávila – Jornalista da COPROFAM


Outras Notícias

Mais Notícias