RELAÇÕES INTERNACIONAIS
CONTAG dialoga e articula com governos e outras organizações do Brasil e da região do Mercosul Ampliado na 39ª REAF
23 de novembro de 2023 ás 20:00:35


Foto: MDA

A Reunião Especializada de Agricultura Familiar do Mercosul Ampliado (REAF) chegou a sua 39º edição, sob presidência pró-tempore do Brasil, que reuniu seus participantes na cidade do Rio de Janeiro entre os dias 21 e 23 de novembro. A CONTAG foi uma das organizações participantes deste encontro político entre governos dos países do Mercosul Ampliado (Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai, Chile e Colômbia). A delegação contaguiana contou com o vice-presidente e secretário de Relações Internacionais, Alberto Broch, e com as secretárias de Mulheres, Mazé Morais, e de Política Agrícola, Vânia Marques Pinto, além de suas assessorias.

Esta edição marca a retomada de uma REAF mais representativa, com mais organizações da sociedade civil, representativas da agricultura familiar, participando do que nas últimas vezes em que a Reunião foi presidida pelo Brasil. Foram mais de 100 participantes dos seis países convidados. É a primeira REAF no marco do novo governo, e estavam presentes autoridades, como o ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA), Paulo Teixeira, e os secretários e secretárias de todas as pastas do Ministério.

A REAF é um espaço que há 19 anos promove o diálogo entre setores governamentais e da sociedade civil, a respeito das necessidades, prioridades e desafios da agricultura familiar nos territórios do Mercosul Ampliado. Alguns assuntos são priorizados a cada encontro, e neste, os seminários apresentados e debates propostos focaram no tema das Mudanças climáticas e Desigualdades, Agroecologia e políticas públicas para implementá-la, Perspectivas de Gênero e Juventude, e a Década das Nações Unidas da Agricultura Familiar.

No seminário sobre Mudanças Climáticas, apresentado pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), com participação do Instituto Interamericano de Cooperação para a agricultura (IICA), do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) e das organizações, Mazé Morais foi convidada a falar em nome das mulheres agricultoras. Neste espaço, ela reafirmou a importância das políticas públicas de resiliência às mudanças climáticas e de transição para modelos agroecológicos alcançarem as mulheres rurais, e compartilhou com os presentes sobre a experiência da 7ª Marcha das Margaridas, realizada em agosto deste ano, e as conquistas obtidas com essa grande ação política das mulheres. 

“Compartilhamos essas experiências com os países vizinhos na esperança de que as autoridades reconheçam a importância de apoiar as mulheres do campo, da floresta e das águas também nestes territórios, e que as organizações se inspirem e se fortaleçam para buscar conquistas para as mulheres que representam”, afirma Mazé, sobre sua intervenção na 39ª REAF.

A CONTAG também teve importante participação na abertura do evento, com o discurso de Alberto Broch, que também estava representando a Confederação de Organizações de Produtores Familiares do Mercosul Ampliado (COPROFAM). Ele chamou a atenção para o grave problema climático que o mundo enfrenta atualmente. “A agricultura familiar precisa estar preparada para mitigar os efeitos das mudanças climáticas. Precisa de investimento na pesquisa para adaptação e geração de tecnologias sustentáveis e adequadas. Vamos nos preparar para enfrentar os grande impactos e catástrofes decorrentes das mudanças climáticas. Precisamos trabalhar junto na construção de novas políticas e ações para fortalecer a agricultura familiar no enfrentamento destes grandes desafios, sob pena de comprometer em breve a produção e oferta de alimentos para nosso povo”, declarou.

Esta REAF teve encaminhamentos importantes, como uma Declaração das organizações participantes solicitando que o Grupo Mercado Comum, alta cúpula do Mercosul, leve aos presidentes dos países do bloco em sua próxima reunião as propostas de políticas públicas prioritárias debatidas nesta Reunião. Também foi aprovado que o Brasil continue trabalhando na preparação do Plano Nacional de Agricultura Familiar no âmbito da campanha da Década, e que a REAF também siga como espaço para o desenvolvimento do Plano Regional no mesmo sentido. 

“Foi uma REAF importante, concorrida e valorizada, que mostrou de fato a retomada do Brasil com muita força a esse espaço que é tão importante politicamente para a luta das organizações de agricultura familiar sul-americanas”, avaliou o vice-presidente Alberto Broch.


Fonte: Comunicação CONTAG - Gabriella Avila

Outras Notícias

Mais Notícias