PLENÁRIA NACIONAL
6ª Plenária Nacional avalia as ações políticas e atualiza Plano de Lutas da CONTAG
30 de novembro de 2023 ás 17:24:36


Foto: César Ramos

A CONTAG recebeu em sua casa, nesta semana, mais de 300 dirigentes de todos os estados, para a realização da 6ª Plenária Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (PNTTR), que aconteceu nos dias 29 e 30. Nesses dois dias de programação intensa e muito trabalho, foram tratados temas fundamentais para o fortalecimento do Movimento Sindical (MSTTR) em todas as suas instâncias.

Após a acolhida das delegações e a solenidade de abertura, aconteceu a análise de conjuntura política nacional e internacional, que ajuda a situar os delegados e delegadas da Plenária sobre os desafios que precisam ser superados pelo MSTTR. Para este momento, foi convidado o professor Luís Felipe Miguel, do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília (UnB), que trouxe informações do contexto geral, conectadas ao papel do Movimento Sindical neste cenário.

Seguido da apresentação, os/as participantes de reuniram em seis grupos de trabalho, onde puderam dialogar sobre o que foi exposto pelo professor, mas principalmente sobre pautas internas no MSTTR, como a avaliação das resoluções aprovadas no 13º Congresso Nacional de Trabalhadores Rurais Agricultores(as) Familiares (CNTTR). Este momento também foi voltado para conhecer as propostas que os delegados e delgadas trazem de seus estados para a atualização do Plano de Lutas, que serão debatidas nos grupos de trabalho.

 As conclusões e resultados destes trabalhados foram apresentados no último dia de Plenária e serão sistematizadas pela CONTAG após o encerramento da atividade. Nesta última etapa, também foi entregue pela Comissão Nacional de Mulheres para a diretoria da CONTAG e para representantes de todas as Federações,  a pauta interna da 7ª Marcha das Margaridas, desenvolvidas com as companheiras de todos os estados ao longo dos últimos meses. 

A atividade foi encerrada com uma mística muito simbólica: o plantio de uma árvore na sede da CONTAG. A muda da árvore, um Ipê-amarelo, foi apresentada logo na primeira agenda da semana, o Conselho Deliberativo, e percorreu todas as demais atividades, até chegar a esse momento final da Plenária. 

O presidente da CONTAG, Aristides Santos, valorizou o trabalho realizado por todos e todas, e os encaminhamentos obtidos. “Tivemos momentos muito significativos para fazermos uma leitura da conjuntura e das realizações do Movimento Sindical nos últimos anos. E também de olharmos para os próximos dois anos, visando definir estrategicamente o que queremos fazer em todas as áreas da nossa organização, em vista de fortalecer nossas lutas e buscar novas conquistas”, afirmou. 

Ele também lembrou dos desafios que se colocam neste período: “Temos esperança por estarmos em um governo democrático popular, mas sabemos que não será fácil disputar orçamento, e ainda disputar as mentes e corações na sociedade para que o campo continue sendo valorizado com politicas públicas que melhorem a vida de todos os sujeitos que nele vivem e trabalham”, concluiu Aristides. 

A secretária de Mulheres, Mazé Morais, também ficou satisfeita com o resultado. “Do ponto de vista político pedagógico, avalio positivamente a Plenária. Foi um momento para estarmos juntas e juntos, para olharmos para os caminhos que trilhamos, e para tomarmos decisões coletivamente sobre as possibilidades de novos caminhos para seguir na luta, para alcançarmos nossos propósitos e avançarmos nas nossas conquistas”, declarou Mazé, com um olhar otimista para o futuro: “Diante de tudo que foi apresentado e trabalhado pelas nossas companheiras e companheiros, vamos agora a todo vapor para colocar em prática o que dialogamos e projetamos nestes dias”.


Fonte: Comunicação CONTAG - Gabriella Avila

Outras Notícias

Mais Notícias