MARCHA DAS MARGARIDAS
A atuação das mulheres rurais na produção e na política
20 de março de 2024 ás 17:06:34


Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

“As mulheres representam 48% da população residente no meio rural, porém apenas 20% dos estabelecimentos da agricultura familiar são dirigidos por mulheres, sendo que 65,5% desses estabelecimentos possuem áreas menores que 10 hectares.”

Estes dados foram apresentados pela secretária de Mulheres Trabalhadoras Rurais da CONTAG, Mazé Morais, durante a participação na audiência pública sobre o tema "Mulheres rurais: da produção à política" organizado pela Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) do Senado Federal.

Durante sua explanação, a secretária Mazé Morais afirmou que “há uma disparidade enorme entre os homens e as mulheres. Nós somos menos propensas a possuir terras, créditos e outros serviços financeiros. E tudo isso deixa a gente mais vulnerável a violência contra os nossos corpos.”

A luta das mulheres rurais no combate às opressões é uma temática importante abordada durante a Marcha das Margaridas, que em 2023 reuniu mais de 100 mil mulheres de todo o Brasil, em Brasília. Dentre as propostas, defende a erradicação da fome, o combate às injustiças, à crise ambiental, às violências nas mais diversas dimensões e às desigualdades de classe, gênero e raça.

"Nós mulheres, agricultoras familiares, acreditamos que podemos mudar a política e o jeito de fazer a política porque nós estamos nos territórios, nas comunidades e temos condições de ampliar a comunicação com o nosso povo a partir da escuta”, finaliza Mazé Morais.

Fonte: Comunicação CONTAG – Malu Souza

Outras Notícias

Mais Notícias