Marcha das Margaridas 2023
Mulheres de Mato Grosso rumo à Marcha das Margaridas
14 de agosto de 2023 ás 17:56:02


Credito : SINTEP - MT

Um ônibus com mulheres cutistas rumam para o maior ato político feminino da América Latina, na luta pelos direitos das mulheres do campo, da floresta e das águas.

A delegação de Mato Grosso, rumo a 7ª Marcha das Margaridas, deixou o estado nesta segunda-feira (14/08) para participar do maior ato político de mulheres da América Latina que ocorre amanhã (15) e quarta-feira (16/08), em Brasília. Foram aproximadamente 40 representantes das entidades que integram a Central Única de Trabalhadores de Mato Grosso (CUT-MT). Destas, 16 são do coletivo de mulheres do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT).

A programação de dois dias reúne cerca de 100 mil mulheres de todo o Brasil. Organizado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG), pelas Federações e Sindicatos filiados e por 16 organizações parceiras, tem como lema “Pela Reconstrução do Brasil e pelo Bem Viver”. A Marcha tem o objetivo de fazer a luta pelos direitos das mulheres do campo, da floresta e das águas.

Nos dois dias de programação ocorrem múltiplas atividades. A organização agendou para dia 15, atividades no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade, com a mostra nacional da produção das Margaridas e na área externa a campanha de arrecadação de alimentos não-perecíveis e de roupas em bom estado, para doação.  Às 9 horas, no Plenário do Senado Federal, se dará a sessão Solene em homenagem à Marcha das Margaridas com a presença das mulheres de todos os estados brasileiros e de outros países.

Na área interna do Pavilhão, apenas no dia 15, das 9h às 17h, se dará o lançamento de livros, espetáculos, exibição de filmes e documentários. Em vários outros espaços ocorrerão oficinas temáticas e lúdicas, painéis e rodas de conversas, plenárias, partilha de saberes, tenda da cura, e apresentações culturais. Todas as atividades previstas estão articuladas ao lema da 7ª Marcha “Pela Reconstrução do Brasil e Pelo Bem Viver” e com os 13 eixos políticos da Marcha das Margaridas 2023.

“A Marcha ocorre a cada quatro anos e só se amplia. Este ano de governo democrático nos dá ainda mais esperança para avançarmos nas nossas lutas pelo combate à violência, educação de qualidade para todas as pessoas do campo e da cidade”, afirma a dirigente da CUT-MT e do coletivo do Sintep-MT, Angelina de Oliveira Costa.

A abertura da Marcha das Margaridas acontecerá no palco principal do Pavilhão do Parque da Cidade, às 17 horas (horário de Brasília), com transmissão no Facebook, YouTube e Portal da CONTAG, e no Facebook da Marcha das Margaridas. No dia 16, a partir das 7 horas, a Marcha percorrerá as ruas de Brasília. Serão cerca de 6 km, tendo como bandeiras as lutas pela reconstrução do Brasil e por uma sociedade do bem viver.

(com informações da Contag)

Leia a notícia na fonte: 
https://sintep.org.br/sintep/Utilidades/view_noticia/mulheres-de-mato-grosso-rumo-a-marcha-das-margaridas/i:2701

Outras Notícias

Mais Notícias